A quinta temporada de Black Mirror foi adiada por conta do episódio interativo Bandersnatch. Mas, segundo o co-criador Charlie Brooker, o capítulo, de certa forma, faz parte do novo ano.

Ao IGN, Brooker, que escreve grande parte dos episódios da série, contou que há pontos no capítulo que aparecerão em futuras tramas. No entanto, o co-criador não deu maiores detalhes.

“Eu poderia falar isso, que existem pistas, pra você e escrever um roteiro agora ligando o episódio ao filme interativo”, brincou Brooker.

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Além disso, o produtor confirmou que o universo de Black Mirror é como o da DC Comics, onde há vários mundos ou realidades, no caso da série.

“Existem múltiplas realidades acontecendo ao mesmo tempo”, explicou o co-criador.

Estrela de Black Mirror: Bandersnatch explica saída das redes sociais: “Foi uma mistura de coisas”

Bandersnatch é sobre a história de um jovem programador que cria um jogo a partir de um romance. No entanto, o protagonista começa a perder o controle sobre o que é a realidade e o que é o mundo virtual.

O especial de Black Mirror vai contar um recurso inédito: o espectador poderá escolher o final do filme, contando com 5 horas de material gravado.

O protagonista desse especial de Black Mirror é Fionn Whitehead, que fez sua estreia nas telas com Dunkirk.

Black Mirror: Bandersnatch está disponível na Netflix. Enquanto isso, a quinta temporada não tem previsão de estreia.

Black Mirror: Bandersnatch | Crítica