O cineasta brasileiro Alfredo Sternheim faleceu nesta sexta-feira (7) aos 76 anos. A informação foi confirmada pelo Serviço Funerário de São Paulo.

O também crítico estava em sua casa, na capital paulista, quando sofreu um AVC. O corpo é velado no Cemitério do Araçá e depois será cremado no Crematório Vila Alpina.

Alfredo Sternheim ficou conhecido por produções como os curtas e documentários A Batalha dos Sete Anos e O Ciclo Vera Cruz. Também dirigiu filmes como Pureza Proibida, Lucíola e Corpo Devasso.

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Bernardo Bertolucci | Após piada de mau gosto sobre a morte do cineasta, crítico é demitido de rádio americana

O cineasta acabou, assim, ganhando notabilidade com um movimento chamado Boca do Lixo. A ação ficou conhecida por consistir em produções de baixo orçamento.

Crítico do jornal O Estado de São Paulo, Alfredo Sternheim também escreveu livros como David Cardoso: persistência e Paixão e Suely Franco: a Alegria de Representar.

Além de se dedicar à análise do cinema em seus últimos anos de carreira, Alfredo Sternheim também comandava cursos da sétima arte.