Uma emissora japonesa optou por cancelar a participação da banda sul-coreana BTS em sua grade após um membro do conjunto ter usado uma camisa com a foto da explosão de uma bomba atômica.

A camisa seria um lembrete da comemoração da libertação da Coreia do Sul após a Segunda Guerra Mundial. No entanto, as redes sociais japonesas foram tomadas com a fotografia, cobrando um posicionamento mais respeitoso de Jimin.

Na Segunda Guerra Mundial, as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki foram atacadas com bombas atômicas norte-americanas, que resultaram na morte de milhares de pessoas. Na camisa do músico, pode-se ler, em inglês, as palavras Coreia e patriotismo.

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A TV Asahi tentou contato com a banda, pedindo explicações sobre a camisa. Mas, maiores comentários não foram publicados. A emissora apenas afirmou em comunicado que a banda não se apresentaria mais nesta sexta-feira (9) no canal.

Burn the Stage: The Movie | Filme sobre a boyband BTS ganha trailer

A Universal Music, que representa a BTS, confirmou o cancelamento e apenas afirmou que continuará apoiando a banda. Os membros do grupo ainda não se pronunciaram.

A foto de Jimin com a camisa pode ser conferida abaixo.

No momento, a BTS prepara o lançamento do filme Burn the Stage: The Movie. O longa segue a banda de k-pop coreana durante a tour de 2017 Live Trilogy Episode III The Wings, que atraiu mais de 550.000 fãs ao redor de 40 concertos e 19 cidades.

O filme estreia no dia 15 de novembro no Brasil.