Atriz de Nasce Uma Estrela e uma das cantoras mais populares da atualidade, Lady Gaga fez um discurso emocional ao receber o Patron of the Artists Awards no SAG-AFTRA, em que detalhou sua “crise de saúde mental”.

Para a cantora, foi importante buscar ajuda profissional após ficar sobrecarregada com os compromissos de seu trabalho, que agravaram sua crise.

“Comecei a notar que eu olhava para o nada e apagava por segundos ou minutos”, lembrou. “Eu via flashes de coisas que me atormentavam, experiências que foram arquivadas em meu cérebro por muitos anos porque ele estava me protegendo, como a ciência nos ensina. Estes também eram sintomas de dissociação e TEPT e eu não tinha uma equipe que incluísse apoio à saúde mental.”

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

“Mais tarde, isto se transformou em dor crônica física, fibromialgia, ataques de pânico, respostas agudas ao trauma e espirais mentais debilitantes que incluem ideação suicida e comportamento masoquista”, continuou Lady Gaga. “Precisamos falar mais sobre saúde mental. Precisamos contar nossas histórias para que a saúde mental global não resida mais na escuridão.”

Nasce Uma Estrela | Filme com Lady Gaga ultrapassa US$ 100 milhões nos EUA

“Jackson Maine (Bradley Cooper) é um cantor no auge da fama. Um dia, após deixar uma apresentação, ele para em um bar para beber algo. É quando conhece Ally (Lady Gaga), uma insegura cantora que ganha a vida trabalhando em um restaurante. Jackson se encanta pela mulher e seu talento, decidindo acolhê-la debaixo de suas asas. Ao mesmo tempo em que Ally ascende ao estrelato, Jackson vive uma crise pessoal e profissional devido aos problemas com o álcool“, diz a sinopse do longa.

A nova versão tem roteiro coescrito por Eric Roth (Forrest Gump), Will Fetters (Lembranças) e Cooper.

Nasce Uma Estrela está em exibição nos cinemas brasileiros.