Desde que começou a sua parceria com a Marvel, a Netflix produziu séries de sucesso, como Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage e O Justiceiro. Até mesmo produções mais criticadas, como Punho de Ferro e Os Defensores, conseguiram boa audiência, mas as coisas mudaram drasticamente no último ano.

Aparentemente, Punho de Ferro e Luke Cage não atingiram os objetivos desejados pela Netflix e eis que o serviço de streaming resolveu cancelar ambas as séries, deixando um sinal de alerta entre os fãs dos seriados da parceira Marvel/Netflix. Isto porque Luke Cage e Punho de Ferro são parte importante do universo desse grupo de séries e seu cancelamento pode significar que a Netflix não está mais interessada em apostar em conteúdo com esses personagens.

Enquanto o cancelamento de Punho de Ferro veio logo após o final da 2ª temporada da série, Luke Cage demorou cerca de quatro meses desde a estreia do seu 2º ano. Segundo alguns rumores, a finalização do programa se deu devido a problemas criativos com a equipe da produção, o que talvez signifique que outras séries do selo Marvel/Netflix não estejam ameaçadas de cancelamento.

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Entretanto, se o problema era a equipe que conduzia o programa, a Netflix poderia simplesmente contratar um novo showrunner, algo que o serviço já fez com Demolidor e o próprio Punho de Ferro. Desse modo, pode-se concluir que o problema seja entre a Netflix e a própria Marvel. Não seria uma surpresa caso essa especulação se confirme: a Disney pretende abrir seu próprio serviço de streaming no próximo ano, desenvolvendo novas séries focadas em heróis da Marvel e rivalizando com a Netflix. Isso pode ter gerado um atrito entre a Disney/Marvel e a Netflix, que agora terá um concorrente de peso.

Claro que a Netflix poderia continuar desenvolvendo suas séries sem problema, mesmo com o serviço de streaming da Disney, pois o contrato entre as duas não requer que as séries sejam canceladas só pelo fato da Disney ser dona da Marvel. Há até mesmo uma certa independência por parte das séries Marvel/Netflix em relação a outras produções do selo Marvel, uma vez que os acontecimentos de Vingadores: Guerra Infinita nem ao menos interferiram no destino de personagens como o Demolidor e Punho de Ferro. Entretanto, a própria Netflix pode não querer ajudar a Marvel a alavancar sua popularidade.

Outro problema pode ser notado justamente na forma como Luke Cage foi cancelada: enquanto que o cancelamento de Punho de Ferro deixava claro que o herói deveria aparecer em outras séries do serviço de streaming, o cancelamento de Luke Cage não garante que o herói protagonista faça parte de outras produções, até mesmo de Jessica Jones, série na qual Cage fez sua estreia. O destino do personagem foi deixado em aberto e a Netflix pode vir a fazer o mesmo com outros heróis.

É difícil dessa foma definir o problema real. Seria devido às críticas negativas das séries? Pois eis que Punho de Ferro teve críticas razoavelmente positivas em sua 2ª temporada, enquanto que Luke Cage nunca teve problemas com análises negativas por parte da imprensa. Seria um problema com a audiência? Difícil dizer, pois a Netflix não costuma divulgar o número de pessoas que assiste aos seus programas, deixando um incógnita na mente daqueles que tenta analisar algo do tipo.

Por enquanto, o que os fãs podem fazer é torcer por uma confirmação de uma 4ª temporada de Demolidor e esperar o lançamento da 3ª temporada de Jessica Jones. Quem sabe, essas duas séries definam qual é o caminho que a Netflix vai desenvolver com relação às séries da Marvel, e talvez nem tudo seja tão ruim quanto muitos estão presumindo.